31 de out de 2010

Consolidação de poder

Dilma e Serra
Uma eleição bizarra, contraditória, muito problemática e disputada também.
Eleição 2010 para presidência que elegeu a primeira mulher do país a tomar esse cargo desde sempre.
Não sei se a melhor mulher, mas espero que ela faça por merecer os vários votos de confiança que lhe foi concedido nesta eleição.
Apoiada pelo atual presidente Lula, do PT também, ela pode seguir suas metas e fazer com que o Brasil continue a progredir ou pode acarretar novas visões e despencar a força do país e trazer revolta e arrependimentos a população que nela votou,confiou.
Torço para que ela continue o trabalho do seu antecessor e faça com que os cidadões se satisfaçam mais e mais com sua política de governo.


Devo confessar que particularmente não queria que ela houvesse ganhado por que não gosto, nem nunca gostei, da forma dela de dizer seus planos e metas pro país daqui em diante ( na verdade pra mim ela nunca deixou claro isso).
Prefiri o José Serra do PSDB por falta de opção pois pelas minhas mãos essa eleição elegiria uma mulher sim, mas não a dilma e sim Marina Silva do partido verde ( PV ). Os tucanos ( PSDB ) fizeram burrada no passado e correriamos o risco do Serra fazer também, mas nada impede que a Dilma também não possa fracassar diante o país e trazer insatisfação. Como já disse e repito, eu espero que nada de ruim aconteça, pelo bem do país mas se acontecer eu não terei pulso pra ficar calado e vou poder gritar que eu avisei ainda quando havia tempo.

Cada um tem sua visão política. Muitos até absurdos mas são suas visões. Respeito a de todos e espero que respeitem minha opinião também, e relatem abaixo a de vocês.

Os dias sempre continuam


Todos passam por momentos nostálgicos, melancólicos, bizarros e infantis. Isso não se pode negar.
E dentre esses momentos vem os problemas que eles podem causar, os constrangimentos e tristezas.
Sendo assim, nem tudo que vivemos faz bem, isso é óbvio. Mas também não quer dizer que eles façam mal inteiramente.
Pois querendo podemos aprender com eles, não repetir o mesmo erro e evitar qualquer possibilidade.


Daí entra nossa história de ''amor''. A 4 meses percebi que estava apaixonado por você, mesmo naquela época já te conhecendo a mais de 8 meses.
Mas era pra ser naquele dia, naquele lindo e bizarro momento que estavamos vendo um filme na sua casa e você ficava me irritando, enquanto dublava tudo o que os personagens diziam. Por que você amava aquele filme e já havia visto várias vezes. Lembro bem. Que tudo o que passava vocẽ relatava o que vinha a seguir. Eu já meio irritado olhava seriamente pra ti e você apenas sorria divinamente e eu descompassava o estresse aos poucos.
E foi naquele singelos sorriso que me vi fissurado em você. Achava lindo você falando, discutindo, contradizendo e principalmente quando eu te irritava e você olhava pra mim emburrada feito uma garota linda e meiga que quer ser merarmente apoiada. E eu cada vez me apaixonava.
8 Dias depois me vi chorando e escrevendo um pequeno texto declarando o que sentia ( mesmo sabendo que isso era infantil), te entreguei com muito medo da sua reação e da minha quando vocẽ falasse o que sentia. Vi-me num abismo de intuições e suposições e esperava sua resposta loucamente.
Você me pediu um tempo pra pensar, tentei não te forçar a nada. E 4 dias depois( dia 10/06/2010) você me falou que mesmo sem saber o que realmente sentia por mim ia tentar. Fiquei muito feliz. Pena que estavamos na sua casa e eu não podia te abraçar e te encher de beijos por caua da sua família.

Poucos dias depois ( 13/06 ) nos beijamos pela primeira, okey foi rápido mas também maravilhoso. Percebi que estava nervosa e preferi apenas aproveitar o pequeno, primeiro e esplêndido momento juntos; Foi mágico, estava nas nunvens escuras da noite. Perfeito. Daí ficamos juntos por um tempo mas começamos a nos afastar aos poucos. percebi que vocẽ não gostava de mim o bastante. Enfim, no dia 26 de Junho tivemos uma conversa abalada e chegamos a um fim.
Foi tremedamente ruim pra mim ficar perto de você enquanto voltavamos pra casa. Pois quase não conseguia controlar a chorar e tive que me forçar a sorrir ( meu primeiro sorriso forçado). Nos tornamos só amigos de novo. Tivemos brigas e discussões sérias, te fiz sofrer, você também me fez. Fomos orgulhosos demais pra pedir desculpas. Mas um dia isso chegou ao fim e tudo se tranquilizou.
Daí, passamos por bons e ruins momentos juntos, vitórias, perdas inevitáveis, consolações, alegrias. Fortalecemos nossa amizade. Mesmo eu ainda sendo apaixonado por você loucamente. Mas não a forcei a nada. Decidi isso. Pois era o melhor a fazer. Os dias foram passando e fomos ficando muito próximos de novo. Depois de um longo tempo voltei a visitar sua casa para lhe ver. Senti-me feliz, mesmo não sendo o bastante do que eu queria.
Hoje percebo que talvez você esteja encantada por mim. Sentindo um pouco do que sinto por você. Fico muito feliz. Indubitavelmente contente.
Agora espero que eu consiga te fazer feliz como você me faz e que possamos viver mais lindos momentos e também enfrentar os problemas juntos.
E o futuro que nos aguarda será feito por nós. Em um só. Numa linda e perfeita paixão. E os dias... continuam.

P.S. eu te amo.

30 de out de 2010

Amor,poesia,ardor e paixão.

Como quero ser jornalista eu tenho que saber escrever todo tipo textual possível. Aqui mostro uma poesia que escrevi não apenas como um jornalista iniciante mas como um garoto inteiramente apaixonado.

Um mero ardor.O Amor. 


Nem tudo pode ser perfeito
Quase nada é como foi planejado
Mas pra tudo sempre há um jeito
E resolvo fácil se estiver ao seu lado.

Me esquivo do seu olhar
Tento ser sensato
Mas não consigo me controlar
E me pego de novo no mesmo ato.

O amor nos faz servo eternamente
Como se nunca pudessemos escolher
Ele domina rápido a nossa mente
E do mundo nos faz completamente esquecer.

O meu carinho é como brisa do vento
Só basta querer apreciar
Estou aqui a qualquer momento
Seja pra você comigo rir ou chorar.

Paixão é como tocha acessa
Esquenta, satisfaz e perde a noção
E nós somos dois humanos em defesa
Que tem essa tocha ardendo no coração.

Vou mais além do que nunca te esquecer
Pois nunca paro de pensar em ti
É como respirar, entorpecer
Preciso disso e de você para viver.

A música transgride aos meu ouvidos
E me faz chorar e sorrir pensando no que vivemos
Pois ela é como um amoroso culpido
Que me lembra tudo que marcou nos nossos momentos.

Desepero-me quando não estou a te ouvir
Ligo-te correndo pra falar qualquer coisa
Algo sem noção mas que bem me faz sentir
Apenas por saber que sempre terei você aqui.

Isso que eu chamo de amor
É algo grande e inigualável
Maluco, bom e sem medida
E em relação aos outros é incomparável.

P.S Eu te amo.

27 de out de 2010

Busque a felicidade,ame, sofra reverbere o que preciso for. Aprenda!

Sabe, acho difícil me expressar. Tento fazer o máximo para mostrar meus pensamentos bem claros. Mas nem sempre consigo....
Dizem que eu faço as boas garotas virarem más. Pois minha paixão e alegria contagia que todos se submetem a minha loucura.
E gosto disso, ao menos sou lembrado por algo.
Também devo ser lembrado por amigos que fiz e faço. Seja virtuais ou mais reais ( não que os virtuais sejam fictícios, alguns são mais reais que os que convivo).
Sempre digo que existe alguém por ai que sente algo por mim, seja ódio, amor, inveja, admiração, saudade, tesão, encanto ou qualquer outra coisa do gênero.
E isso de certa forma me dá alguma força pra viver, pra querer estar vivo. Por saber que há alguém que lembra de mim quando escuta aquela música que eu tanto amo. Que recorda nossos momentos de conversas bobas e legais. This is good, very good.
Amo ter quem amar, mesmo que não seja correspondido. Amo ter com quem conversar, mesmo que esse alguém não seja uma pessoa de muita interação.
Queria poder tudo o que quero, mas amo tudo o que tenho e luto pelo o que ainda quero ter. Isso me satisfaz.
Querer, ter, lembrar, amar, conquistar, confiar. São uns dos verbos que costumamos conviver, e mesmo sendo difícies de contempla-los é indispensável.
Se eu pudesse fazer isso, ou aquilo... Bom usar a conjunção SE não é legal e o que não se poder ter ou fazer não deve trazer arrependimento e sim lembranças e aprendizagens. Talvez aquilo não fosse para você viver. Talvez até o fizesse sofrer mais. Então vamos viver com o que temos, correr atrás do que queremos e aprender com os fatos que erramos. Daí começa a batalha para vencer na vida. Pois só vence quem tem metas, confiança, coragem, persistência e destituído do medo errar. Isso é básico... para ser feliz. Busque a felicidade.

25 de out de 2010

Meu verdadeiro amor.

Ah, o amor. Dizem que esse sentimento é definido por algo que sentimos no coração por alguém que conhecemos e nos faz suspirar, querer viver.
Até concordo mas não plenamente.
Amo um certo alguém que não conheço pessoalmente mas suspirei e me fez viver desde o dia que a vi pela primeira vez naquela revista da Vanity Fair, em 25 de Outubro de 2005 ( Hoje fazendo 5 anos), ao lado de seu marido - que também admiro demais, na gravação do filme Mr and Mrs Smith. Mas ela, Angelina Jolie, a mulher dos olhos claros que me hipnotiza numa coesão inexplicável, com aquela boca carnuda que encanta numa ternura eterna. Com aquele nariz perfeito, singelo. E o principal, como uma mulher, cidadã e mãe, mais que perfeita, Com uma deusa do Olimpo. Melhor até que Afrodite, acredito.

Aquela que tem uma relação verdadeira e intensa com seu marido perfeito Brad Pitt ( que ela vez muito bem em rouba-lo daquela vadia da Jennifer Aniston, digo mesmo;). A mãe mais amável que conheço, mãe de 6 filhos adoráveis e de personalidade forte e única como os pais. E ainda a Embaixadora da Boa Vontade do Alto Comissariado da ONU, por ser a mulher mas preocupada com os necessitados, principalmente da África.
Uma mulher denominada por muito e por mim como a perfeição feminina, e The Sex Symbol de 99.99% dos homens.
Sou fã não, sou FANÁTICO por essa mulher, acompanho ela a 5 anos e a 2 com mais intesidade. Hoje sei de todos seus passos, tudo o que a envolve eu me informo. Isso mostra que ela tem o poder de me persuadir com muita facilidade, E eu amo isso. A amo. Não por um motivo, mas por milhares. E aqui declaro o meu amor por ela, apenas ela. E mesmo que muitas garotas me façam sofrer, ela nunca me desencantará, e eu sempre serei seu servo, seguidor. Pra sempre.

O amor sobre o luar

Fomos felizes.
Okey, não por muito tempo. Mas fomos.
Quando você embora e disse que não me amava mais, senti que você nunca amou, pois não se amava e deixa de amar por um motivo tão fútil.
Enganei-me, iludi-me. Fui um tremendo babaca. Fez-me acreditar por pouco tempo que o amor podia ser real. Hoje sofro por descobrir que tudo era utópico. E que eu fui um estúpido por nunca ter percebido o sonho que estava vivendo. Acordei tarde. Mas a tempo de aprender com erros e sofrimentos.
Eu sinto sua falta. Não minto. Mas sei que não podíamos ficar juntos. Pois só haveria sofrimento. Espero que seja feliz por nós dois, pois serei amargurado com essa dor até meu último dia de respiração.
As vezes quando perco a atenção em algo acabo voltando a pensar em você, no seu cheiro, carinho, abraço, Ai afundo na lembraça dos dias felizes que vivemos. Como aqueles dias na sacada sua casa, conversando loucuras, lembrando certos momentos, apreciando a lua e as estrelas. Lua que viveu conosco tudo que passamos. Ninguém mais que ela para saber o quanto maduro foi nosso amor, ao menos o meu amor.
Acabou, não terá volta provavelmente, a inocência acabou, estamos na pura e cruel realidade. Amanhã será sempre um novo dia. Onde eu poderei mudar tudo. Sei que obviamente não conseguirei, mas tentarei.
Não me diga o que fazer, nem o que dizer, vou procurar o melhor pra mim, até os dias chegarem ao fim. Esse é o meu adeus. E fico aqui observando a lua, vendo um casal apaixonado que poderia... mas não somos nós.

20 de out de 2010


Temos uma rotina muito corrida e igualada em todos os dias, uns trabalhando outros estudando ou outra ocupação qualquer.
Rotina que cansa, estressa, desespera, irrita, sufoca e que nunca nos tras a total felicidade que procuramos.
Diante dessa mesmice eu tento procurar algo que me distraia, que me faça esquecer da vida miserável que me abate.

Mesmo sendo difícil pois a maior parte do nosso tempo já está ocupado com obrigações, eu venho tentto algumas oportunidades de tirar os tress por alguns minutos da minha vida, que sabe até horas. Divertir-se com amigos, sair pra baladas, ver filmes legais, dedicar-se mais àqueles que amamos e poder ter um tempo para você fazer o que quiser, o que acha melhor.


Sabendo então que em breve terei que passar por momentos decisivos, como vestibular, ENEM, mudar de cidade, despedir-se dos amigos e parentes. E diante de muitas decições a vir eu tenho que aproveitar o tempo mínimo livre que me é concedido e planar na diversão e sentir que sua vida não é apenas aquela nostalgia irritante da rotina que temos.
O mundo é repetitivo mas podemos trocar a música e seguir um novo caminho, mais relevante, interesante.
O destino somos nós quem fazemos. se vocÊ já lutou bastante até aqui dê momentos de paz ao seu corpo e viva seus sonhos alegres.

Celebre suas conquistas pois quando as derrotas vier você saberá contornar lembrando que um dia você venceu e pode vencer outra vez.
Temos que ter nossos dias relaxantes para assim termos a glória convicta que em certo momentos da vida nós fomos felizes.
Viva seu propósito sem esquecer a sua felicidade, para depois não vir o arrependimento. Reflita.

15 de out de 2010

Night moments...

Night Moments.

Conversas, lágrimas, lembranças, dores e espáduo sofrimento do que passou.
Vivo isso constantemente. E já é uma forma de existência.
Mas em uma bela noite compartilhei sonhos e desilusões com uma pessoa querida. Neste papo legal, revivi momentos, dividi dores, senti alegria por poder falar algo sobre mim, - mesmo sendo muito pouco.
Sonhos que lutamos para realizar, metas sendo conquistadas aos poucos, dores que ainda afloram no coração humano que possuimos. Tudo isso é fruto de uma conversa mais que interessante, principalmente quando é com um grande amigo(a).
A vida não pode ser integrada de todo um passado, mas pode sim ser lembrada para desfalcar e repetir os certos erros em um presente ou futuro próximo. 
Devemos viver sempre no presente, mas com é dito: O passado é lembrado parcialmente para compreender o presente e consertar o que preciso for.
Não devemos desnivelar o sucesso que queremos atingir apenas pelo fato de termos fracassado algumas vezes tempo atrás.
O fracasso é muito forte e pode subir a cabeça, mas certo é se consideramos o fracasso como uma maneira de aprender a viver bem mais.
Caindo e levantando. Um sonho tem que ser buscado como uma guerra, enquanto houver batalhas que possamos vencer entaremos lá na luta.
Em conversar e meditações podemos realmente amadurecer nosso pensamentos e enaltecer nossa visão de vida. Tudo isso em apenas uma noite de conversa com um amigo. (Noite do dia 13 de Outubro de 2010)

9 de out de 2010

O pensamento é o ensaio da ação


Nada tem um disturbio coerente para ser compreendido facilmente. O desvendar do futuro, o sombrio espáduo do passado e a destilação do presente se concretiza apenas áqueles que um dia souberam distinguir o pensamento da ação.
Lá estou eu, sob as cascatas perto da cachoeira, tentando decifrar o enigma da sua vida. O porquê da dor. Da perda. Do sofrimento. Sei que ela acha banal e ilógico sofrer. Mas merecemos. E com isso até aprendemos. Aprendemos que na carruagem percorrida, tudo pode se virar contra você por conta dos erros cometido no passado. No titubear dos sentimentos acabamos em agir sem pensar e esquecemos q como Sigmund Freud falou: ''O pensamento é o ensaio da ação''. Devemos supor o que a ação que faremos resultará, para que não estejamos em arrependimento depois por não ter pensando e formulado uma ideia antes, um caminho a seguir seguro. Sei que a segurança nem sempre é preciso. Pois como um mortal qualquer, também adoro correrum perigo real e constante. Descobrir novas alusões.
Mas quem não controla seu pensamento e formula uma ideia para por em prática em seguida, talvez se descobrirá num abismo de erros, limitações, perdar, dores e conturbações no caminho. Pois desenvolvendo calmamente seu pensamento pra depois que tudo esteja ensaiado podermos estamentar na ação, é algo imprecindível para viver com harmonia e que sabe até um pouco de alegria.
Sei que não é fácil agir, quanto é fácil falar. Mas nada é impossível aos olhos de quem procura uma solução, razão.
Eu resvalarei o meu amor por ti até ele se perder na avenida dos sonhos perdidos. E não te provocarei para que não sinta pressão em algo que rpa você não faz, não tem, algum sentido real. Hoje estamos em paz, amanhã quem sabe. Talvez. Mas agora estarei preparado pois estou contruindo todo o meu pensar antes de agir, seja em julgar-te, provocar-te, escolher ou conduzir-te a algo. Eu aprendi. Esta pequena e inata frase de Freud me ensinou bastante. Me ensinou parte das soluções dos meus pequenos problemas que quando não vemos saídas, tornamo-os algo meramente impossível de solucionar. Aprendi. E se um dia te perder de novo. Vou cuidar pra não perder também a sua confiança, a sua amizade, o seu sorriso gentil. Pois cada parte das suas ações e fases me impulsionam a seguir vivo, sonhador, legal e sempre sincero com o mundo. Com tudo. Com todos. Tudo isso é conturbação do meu pensamento. Pois como já disse a cima, o pensamento é o ensaio da ação. Assim como o do perdão e razão.

7 de out de 2010

Who I am

Sou aquele que nunca entenderás, mas que com certeza tirará suas próprias conclusões após ler algumas citações.
O chato, o imperativo, o sucessor, o ''quebra-galho'', o estúpido, o engraçado,o líder, o solitário, o magoado, o recíproco.
Sou o que sou. Não temo em nada ao recitar isto.
Caracterizam-me como o insensível por que com a mesma intensidade que amo um alguém posso odiar outro e com convicção plena que erro em ter certos sentimentos maléficos da vida.
Interpretam-me como um tosco que só ver o próprio umbigo de forma egoísta e patética, mas não me conhecem inteiramente para perceber o quão generoso, companheiro, evangelista, sonhador e recíproco sou, ou posso ser.
Tenho ao meu redor aqueles que me amam, os que me odeiam, os que me invejam ( nem eu consigo entender esta parte, por isso não tente também). Tenho também aqueles que me admiram e até os que almeja algo de mim.
Estou vivo para viver, compartilhar, distribuir, nortear tudo que posso, que esteja ao meu alcance como ser humano.
Imagino as vezes como o mundo seria se todos soubessem quem são realmente. Teríamos uma sociedade com personalidade, atitude, sonhos, desavenças também, mas o mais importante é que teríamos um mundo provido de pessoas natas e coerentes para deixá-lo cada vez mais habitável para a atual e a próxima sociedade que está por vir.
Sabe quando você está num lugar calmo e tranquilo, sozinho. Você passa a reviver nos pensamentos tudo aquilo de legal que se passou ao longo da sua jornada. Coisas legais que marcaram e também as mágoas que ficaram. Os amores destruídos, as amizades perdidas. as grandes partidas, as enormes perdas, as sucessivas desavenças, as incoerentes ilusões, enfim, tudo aquilo que sempre ficou guardado, acochoado entre nossa mente e coração.
Entender que o que vivemos foi bom, construtivo para continuar. Um aprendizagem mais crua de quem nós somos parcialmente.
Do qual fomos importantes e do quão valeu a pena ser nós mesmos.
Sabe... sempre quis que tudo fosse mais fácil, que eu sofresse menos. Hoje vejo que tudo teve seu ensinamento, sua glorificação, sua dádiva. Nada foi vivido em vão. Tudo aprendido teve sua função, ou terá. Continuo sendo o que sou, o que posso ser, lutando pelo que acredito e pelo o que devo fazer, errando e aprendendo como os mesmos, ou ao menos vendo que não deveria ter feito, mas sem arrepender do que já passou.
Sou o ser que nasci pra ser. A sinceridade que habita em mim estará sempre a florar dia após dia, a cada momento. O meu jeito explosivo atrapalha em algumas fases mas me leva a conseguir certos controles que nunca imaginei conseguir. E assim vou me construindo, confirmando o que vim a fazer neste mundo. Sendo apenas quem sou, dando o meu próprio valor, a minha força, o meu poder, a minha alma, os meus sonhos e por fim: o Coração para amar. This is me. Now, think. Who are you in the true? #reflita