6 de set de 2011

Sou o capitão, mas sem o controle

Nas garras ferozes das circunstâncias não me encolhi nem fiz alarde do meu pranto. 
Golpeado pelo acaso, minha cabeça sangra, mas não se curva. 
Longe deste lugar de ira e lágrimas só assombra, o Horror da sombra.
Ainda assim, a ameaça dos anos me encontra, e me encontrará sempre, destemido. 
Não importa quão estreira seja a porta, quão profusa em punições seja a lista. 
Sou mestre do meu destino. Sou capitão da minha alma.

6 comentários:

  1. O poema Invictus é realmente profundo e emocionante. De William E Henley

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. VIAJAR PELO MUNDO
    E TIRAR DESSAS AVENTURAS LIÇÕES
    QUE AMPLIAM SUA VISÃO DE FELICIDADE.
    OU FAZER UMA VIAGEM DENTRO DE VOCÊ MESMO
    VERÁ QUANTO VOCÊ PODE SER FELIZ
    COM O AMOR QUE EXISTE DENTRO DE VOCÊ.
    E SER FELIZ FAZENDO FELIZ A TODOS AO SEU REDOR.
    UMA ABENÇOADA NOITE
    PAZ AMOR E LUZ.
    BEIJOS O CORAÇÃO.
    EVANIR
    Carinhosamente seguindo seu Blog
    Convido a conhecer e seguir o meu.

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso, exatamente o que estou sentindo em minha vida neste momento!

    ResponderExcluir
  4. Nunca havia lido esse poema. É perfeito. De quem é?!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  5. O poema é inspirado no poema Invictus De William E Henley mas é da série One Tree Hill. ^^

    ResponderExcluir
  6. Que lindo Manoel

    Amei a frase:

    Sou mestre do meu destino. Sou capitão da minha alma.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir