3 de fev de 2011

A força do amor

O sentimento aqui dentro esteve, está e estará forte como Aquiles nas antigas histórias e mesmo que não no cotovelo, ainda assim esse amor também possuirá um ponto fraco: dominar-me mesmo depois do fim.


A chuva desce, o vento sopra, as folhas cai, o sol ilumina...

Estações passam e nada muda dentro de mim.
Pelo contrário, saudades transborda com mais clamor,
esperanças me enchem de sonhos e emoções,
a paixão me tomam com ardor...
teu sorriso me traz amor e frescor...

Nunca quis que fosse assim,
não precisa nem que você dependesse de mim,
apenas pedia que sentisse bem ao meu lado...
e me fisesse feliz como uum garoto apaixonado.

Garoto este que não queria luz, nem escuridão
se neles não tivesse presente o carinho do seu coração.

Tornou-se mais forte do que eu depois que você se foi,
agora apenas aqui choro na lembrança de nós dois.
Nada me fará esquecer, nem perder a memória vai te tirar do meu pensamento...
pois sua face domina-me por dentro,
seu belo sorriso reflete nos meus olhos a cada momento.

Mas não vivo apenas de lembranças, nem serei alimentado por esperanças

Posso até, como um passatempo, conviver com a saudade,
mas era, é e será você que eu quero de verdade.

Espero-te

Nenhum comentário:

Postar um comentário