17 de mar de 2011

Penso, logo Existo?

Ouvimos muito falar na frase ‘’Penso, logo existo!’’ do filósofo Descartes.
Mas refletindo,ou até mesmo filosofando, percebo que essa frase além de contraditória pode ser destacada como incoerente.
Afinal, a existência veio antes do pensamento, assim como a dor vem antes do arrependimento e fracasso vem antes do tormento.

Nascemos. Aprendemos a andar, falar, viver... Princípio mas que básico da existência, tem até um lumiar do pensamento, pois pra aprender a falar precisamos ouvir os outros e formular tais palavras. Mas ao nascer não pensamos, apenas existimos. Choramos nas primeiras hora de vida, mas isso não requer força do pensamento quando ainda se é recém-nascido.

Então alguns reformularam e eu apoio a inversão desta frase, passando a ser:’’Existo, logo penso!’’. A partir do nascimento começamos a introduzir o pensamento, depois o desenvolvemos ao modo que vamos crescendo... Passamos a sonhar, desejar, sofrer, entender, refletir, estudar, opinar, condizer. Tudo envolto pelo conhecimento empírico, que apenas nós humanos possuímos.

Seria ruim não ter que pensar, mas seria agradável retirar pensamentos rudes e desnecessários de cada mente, tais pensamentos que traz sofrimento, dor, ilusão e tristeza.
Alguns se pudesse não pensavam, outros gostam de usufruir cada pensamento para com eles aprender na vida, e ainda tem aqueles que prefiriam nem existir para não ter que pensar.

Eu tenho minhas preferências,objeções econtradizões quando o assunto é ‘’Será bom pensar?’’, mas como sei que nenhum partido ou revolta que eu atribuir vai me fazer parar de pensar eu prefiro não lutar contra o indestrutível e cair na batalha de aprendizagem para conviver com cada pensamento meu, seja ele fútil ou agradável.

P.S.: Esse texto foi introduzido a partir de uma aula de sociologia que me fez refletir sobre os requerimentos do ato de pensar. Posso ter desenvolvido o texto de uma forma meio banal e duvidosa,sem algumas colocações compreensíveis, mas asseguro-lhes que foi apenas em prol de vos fazer refletir e quem sabe opinar sobre o que você acham da necessidade que nos foi dada de estar sempre a pensar... abraço a todos.

2 comentários:

  1. AMIGOHH..adoru quanto me fazem refletir, eu como um ser pensante tbmm jah questionei essa "FRAZEZINHA" mas logo, percebi, que pensar e naum é a mesma coisa que criticar, esse criticar que faço, é vc ver o mundo de uma forma e saber opnar, ter sua opnião em relação aooo que se fala! PENSAR NAUM SÓ POR PENSAR, qualquer um pode pensar poucos PODEM CRITICAR... eu existo pq eu tenho minhas opniões ISSO ME FASCINA! EU PODERIA SER SÓ MAIS UMA...y isso eu sei que naum sou alias NAUM SOMOS

    xerooooo

    ResponderExcluir
  2. Banal ou não, gostei da forma como você abordou o tema e o desenvolveu!

    ResponderExcluir