30 de ago de 2010

Love and Gravity

A saudade do amor eterno
É bem engraçado a forma como me sinto quando estou próximo de você. Sinto algo como se estivesse nas nuvens corando a lua em prol da gravidade que rodeia.
Pernas tremulas, mãos geladas, coração a mil, respiração agitada. Me sinto em furia total e nunca consigo controlar meu corpo. E isso é gravidade do seu amor. Sei q sim!] Só pode, pois é quando te vejo que meus pulsos aceleram. Sinto todos mudos como rato na roda,nada mais me atingi no pensamento. Entro num transe anormal. 
Quando longe penso no seu rosto,nas suas palavras doces ou provocantes. E a gravidade me leva até você quando me distraio e não percebo o que faço.
''Toda vez que eu estou pronto para ir, parece estar sempre puxando na direção errada.
Mergulhando sem proteção.Cara, você não pode continuar me desviando para a direção errada. Oh gravidade!
Me puxando, me puxando para dentro
Por que você fica me puxando de volta, me puxando?
Exatamente como a gravidade.'' Pixie Lott - Gravity

Assim que me sinto longe ou perto. São ou ou fora de si meus pensamentos conspiram até você. Como vento com direção e sentido. Levado sempre pela gravidade. Te venero. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário