31 de out de 2010

Os dias sempre continuam


Todos passam por momentos nostálgicos, melancólicos, bizarros e infantis. Isso não se pode negar.
E dentre esses momentos vem os problemas que eles podem causar, os constrangimentos e tristezas.
Sendo assim, nem tudo que vivemos faz bem, isso é óbvio. Mas também não quer dizer que eles façam mal inteiramente.
Pois querendo podemos aprender com eles, não repetir o mesmo erro e evitar qualquer possibilidade.


Daí entra nossa história de ''amor''. A 4 meses percebi que estava apaixonado por você, mesmo naquela época já te conhecendo a mais de 8 meses.
Mas era pra ser naquele dia, naquele lindo e bizarro momento que estavamos vendo um filme na sua casa e você ficava me irritando, enquanto dublava tudo o que os personagens diziam. Por que você amava aquele filme e já havia visto várias vezes. Lembro bem. Que tudo o que passava vocẽ relatava o que vinha a seguir. Eu já meio irritado olhava seriamente pra ti e você apenas sorria divinamente e eu descompassava o estresse aos poucos.
E foi naquele singelos sorriso que me vi fissurado em você. Achava lindo você falando, discutindo, contradizendo e principalmente quando eu te irritava e você olhava pra mim emburrada feito uma garota linda e meiga que quer ser merarmente apoiada. E eu cada vez me apaixonava.
8 Dias depois me vi chorando e escrevendo um pequeno texto declarando o que sentia ( mesmo sabendo que isso era infantil), te entreguei com muito medo da sua reação e da minha quando vocẽ falasse o que sentia. Vi-me num abismo de intuições e suposições e esperava sua resposta loucamente.
Você me pediu um tempo pra pensar, tentei não te forçar a nada. E 4 dias depois( dia 10/06/2010) você me falou que mesmo sem saber o que realmente sentia por mim ia tentar. Fiquei muito feliz. Pena que estavamos na sua casa e eu não podia te abraçar e te encher de beijos por caua da sua família.

Poucos dias depois ( 13/06 ) nos beijamos pela primeira, okey foi rápido mas também maravilhoso. Percebi que estava nervosa e preferi apenas aproveitar o pequeno, primeiro e esplêndido momento juntos; Foi mágico, estava nas nunvens escuras da noite. Perfeito. Daí ficamos juntos por um tempo mas começamos a nos afastar aos poucos. percebi que vocẽ não gostava de mim o bastante. Enfim, no dia 26 de Junho tivemos uma conversa abalada e chegamos a um fim.
Foi tremedamente ruim pra mim ficar perto de você enquanto voltavamos pra casa. Pois quase não conseguia controlar a chorar e tive que me forçar a sorrir ( meu primeiro sorriso forçado). Nos tornamos só amigos de novo. Tivemos brigas e discussões sérias, te fiz sofrer, você também me fez. Fomos orgulhosos demais pra pedir desculpas. Mas um dia isso chegou ao fim e tudo se tranquilizou.
Daí, passamos por bons e ruins momentos juntos, vitórias, perdas inevitáveis, consolações, alegrias. Fortalecemos nossa amizade. Mesmo eu ainda sendo apaixonado por você loucamente. Mas não a forcei a nada. Decidi isso. Pois era o melhor a fazer. Os dias foram passando e fomos ficando muito próximos de novo. Depois de um longo tempo voltei a visitar sua casa para lhe ver. Senti-me feliz, mesmo não sendo o bastante do que eu queria.
Hoje percebo que talvez você esteja encantada por mim. Sentindo um pouco do que sinto por você. Fico muito feliz. Indubitavelmente contente.
Agora espero que eu consiga te fazer feliz como você me faz e que possamos viver mais lindos momentos e também enfrentar os problemas juntos.
E o futuro que nos aguarda será feito por nós. Em um só. Numa linda e perfeita paixão. E os dias... continuam.

P.S. eu te amo.

2 comentários:

  1. LINDO!!! Esses dois não sei não... Idas e vindas... Vai acabar em casamento e vc sabe que quando eu digo alguma coisa... Beijos

    ResponderExcluir
  2. Haha, se acabar creio que não acharei ruim. Mas vamos viver o momento, aproveitar enquanto se pode e registrar na mente tudo aquilo que eu e ela viveremos. Para no futuro quem sabe apenas lebrar sozinho ou ainda junto dela. Eu realmente a amo. Não tem jeito.
    Obrigado pelo comentário. Te adoro Milla, kisses.

    ResponderExcluir