2 de nov de 2010

Lembrando o que sentia

Belas lembranças


Lembro quando eu ficava te olhando e você corava e me perguntava o por que de tanto eu a observar.
Eu ficava hipnotizado, meio que em transe, acordava apenas quando você me despertava com sua voz doce e ilustre que debate sobre mim trazendo-me alegria.
Sentia-me como se eu fosse o Romeu da mais bela Julieta que se abateu aos meus olhos. Você.
Estamentava palavras sem sentido e acabava não expressando totalmente ao que sentia por você. Isso se devia pelo nervosismo que me abatia quando ficava perto de você, dos seus olhos. E vivíamos inteiramente nos amando calados, geralmente de mãos dadas vendo aquele filme contagiante que sempre adoramos ver. Sentia-me com vontade de te falar muitas palavras amorosas, mas sabia que o silêncio podia dizer e mostrar emoções mais que palavras. Pois as palavras tem vários sentidos. O amor que sinto por você só tem um. E posso lhe mostrar lhe abraçando, beijando ou olhando pra você.
Sei que percebes que fico nervoso ao seu lado, percebe eu respirando com uma velocidade esplêndida, minha mente fica vaga quando olho pra você. fico disperso, encantado. Sei também que entende meu jeito de ser, ao menos tenta. Sabe que sou sincero, tímido em certos assuntos, devaneio, explosivo, atencioso demais. E disso tiro que você pode me amar. Não sei se já me amas, mas sei que isso pode acontecer, pois seu carinho me conforta e tento te confortar tão bem quanto. Estou aproveitando todo momento que estamos juntos, todos os olhares, todas as palavras, beijos e carinhos que trocamos. Sinto meu corpo descontrolar e flamejar de paixão. Fogo descontrolado que me aborda com a mesma velocidade do sol, ou até maior quem sabe. Espero que possamos ter mais e mais momentos lindos e com você ter meus melhores dias. Pois meu amor é forte, indestrutível. Nem se compara ao força de Aquiles, pois esse sentimento não tem defeito, apenas fase problemáticas a serem resolvidas, assim amarmos mais depois de conseguir vencer as barreiras. O amor apenas é ruim a quem não sabe diferenciá-la de ciúmes e problemas. Por isso que digo sempre: seu amor não me faz mal, eu que o construo de uma forma errada. Mas vou aprender a corrigir os erros sem divergir nós dois.
P.S. Eu te amo.

2 comentários: